Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Lutas / MMA / FEZ HISTÓRIA!

Amanda Nunes, a Leoa que devorou o UFC e se despediu do MMA

Um dos principais nomes do MMA brasileiro, Amanda Nunes fez história no UFC, conquistou tudo o que podia e encerrou o seu reinado de maneira avassaladora

Lucas Miluzzi
por Lucas Miluzzi

Publicado em 12/06/2023, às 11h02

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Amanda Nunes se despediu do UFC com uma grande vitória contra Irene Aldana - Reuters - Sergei Belski
Amanda Nunes se despediu do UFC com uma grande vitória contra Irene Aldana - Reuters - Sergei Belski

Amanda Nunes foi a Leoa do Brasil durante uma década no UFC. Foram 18 lutas desde a sua estreia na companhia, apenas duas derrotas e 16 vitórias que não saem da cabeça do fã de MMA. Mas todo o reinado tem o seu fim e não poderia ser diferente com a brasileira de 35 anos, que nasceu em Salvador e batalhou como ninguém para conseguir o seu espaço dentro de um esporte predominantemente masculino. 

Amanda Nunes não foi apenas uma Leoa, apelido esse que veio devido a sua postura feroz dentro dos octógonos do UFC. Ela foi vencedora, protagonista, uma expoente para que as mulheres, principalmente brasileiras, sonhassem em um dia estar entre as maiores do mundo. Inclusive, não precisa de muito esforço para dizer que ela facilmente está em um top-5 de maiores lutadoras da história, a quem diga que ela até foi a melhor que já existiu. 

E não é para menos. 16 vitórias em 18 lutas do UFC, 23 confrontos vencidos desde o início de sua carreira e apenas cinco derrotas no total. Os números mostram o quão imbatível ela era. Toda essa ferocidade que a fez ser campeã de dois cinturões do Ultimate foi apresentada na luta do último sábado, 10, contra Irena Aldana. Socos, chutes, finalizações e muito sangue. Uma despedia em alto nível e que só não foi premiada com o nocaute. 

Por mais que os torcedores que estavam presentes no UFC 289 não soubessem, era possível saber que ali, em cada soco, chute ou até mesmo um golpe mais elástico, havia algo diferente. Seja na força, no olhar de leão pronto para devorar a presa ou até mesmo nas lágrimas após a luta. O fim de uma era estava próximo e foi anunciado logo após a sua vitória acachapante contra Irene Aldana. E não poderia ser diferente, o anúncio veio de sua própria boca, sem ninguém a impedir. 

Amanda Nunes
Amanda Nunes fez história no UFC e ainda viu Dana White deixar claro que poderá fazer homenagens (Crédito: Reuters - Sergei Belski)

"Hoje eu empato o recorde do Anderson Silva (de defesas de cinturão) e é a noite perfeita para me aposentar e viver feliz para sempre. Minha mãe tem me pedido muito para fazer isso há algum tempo, ela não aguenta mais. A Nina (Nunes) também, ela passou por isso a carreira inteira. Ainda sou jovem para desfrutar tudo que construí. Preciso passar mais tempo com minha família no Brasil. Quando me tornei campeã dupla foi inacreditável. Eu venho de uma cidade pequena no Brasil, Pojuca, que ninguém sabe onde fica. Lutadores brasileiros, arrumem suas coisas e venham para cá. Venham conquistar mais títulos!", desabafou depois de sua histórica vitória no UFC 289. 

Amanda Nunes deixa um legado no UFC e recordes que apenas lutadores considerados extraterrestres poderiam alcançar. A brasileira deixa o MMA com os cinturões do peso-galo e peso-pena, além de todo o respeito que conseguiu alcançar com muito suor e sangue de todos que acompanharam o esporte e as conquistas da Leao de perto.