Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / FALOU!

Vasco: após críticas de site norueguês, 777 se pronuncia

Depois de ver site norueguês críticas a empresa dona do Vasco, e até chamá-lo de "Vasco de Fiasco", a 777 se pronunciou publicamente sobre o assunto; veja a nota divulgada

Pedro Moralez
por Pedro Moralez

Publicado em 04/07/2023, às 18h36

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
777 Partners se pronuncia após críticas - Flickr Vasco / Rafael Ribeiro
777 Partners se pronuncia após críticas - Flickr Vasco / Rafael Ribeiro

Pouco mais de um dia depois do site norueguês "Josimar Football" publicar uma matéria criticando a empresa 777 Partners, dona da SAF do Vasco da Gama, ela respondeu. A publicação levantou uma série de acusações contra a empresa em questão, inclusive chamando o próprio clube brasileiro de "Vasco de Fiasco".

A resposta foi divulgada pela assessoria da 777, onde foi colocado que "informações importantes foram omitidas" sobre aspectos dos clubes que fazem parte da "holding" em questão. Além disso afirmou que o artigo teria sido escrito para enganar o leitor de forma proposital.

"A reportagem do veículo “Josimar” é totalmente enganosa e contradiz as diretrizes básicas da integridade jornalística. O artigo foi intencionalmente estruturado para enganar e minar os esforços do 777 em vários setores, refletindo ignorância e desinformação sobre modelos de investimento na aviação e no futebol, além de incluir questionamentos que não têm relevância ou justificativa editorial", colocou um trecho da nota.

Apesar disso, a diretoria do Vasco se preocupou com o tom da reportagem, e procurou a 777 para buscar explicações sobre o assunto, além de pedir um posicionamento público, o que aconteceu. A empresa é dona de 70% da SAF do clube carioca desde o início deste ano, quando a compra foi concluída.

A 777 Partners é dona do Vasco desde o início de 2023
A 777 Partners é dona do Vasco desde o início de 2023 / Créditos: Getty Images

Veja a nota na íntegra:

"A reportagem do veículo “Josimar” é totalmente enganosa e contradiz as diretrizes básicas da integridade jornalística. O artigo foi intencionalmente estruturado para enganar e minar os esforços do 777 em vários setores, refletindo ignorância e desinformação sobre modelos de investimento na aviação e no futebol, além de incluir questionamentos que não têm relevância ou justificativa editorial.

No artigo, foram omitidas informações importantes sobre os impactos positivos da 777 Partners nos projetos de companhias aéreas, clubes e comunidades apoiadas pelo grupo. Desde interromper um mercado de aviação monopolizado por companhias aéreas tradicionais até a introdução de viagens de baixo custo, até apoiar vários clubes de futebol para alcançar acessos nos torneios e sustentabilidade financeira sob sua supervisão, a 777 Partners permanece firme em seu compromisso de causar impacto positivo às comunidades em qual conduz os negócios.

As acusções pessoais relativas a Josh Wander não são apenas imprecisas, mas também de natureza difamatória. Josh nunca deixou de abordar áreas de seu passado que ocorreram décadas atrás e dedicou uma vida inteira de trabalho para retificar essas percepções, com a 777 Partners servindo como testemunho desses esforços, reforçando um portfólio de 60 empresas e 3.000 funcionários em todo o mundo.

Em relação às alegações feitas contra Sutton Park, o negócio é um agregador atacadista de acordos estruturados, e não o originador do financiamento mencionado no artigo. Josh Wander, Steve Pasko e 777 Partners não têm nenhuma participação na origem desses contratos, mas simpatiza profundamente com as situações dos reclamantes."