Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / INCOMODOU!

Rogério Ceni se irrita com comparação a Sampaoli: "Três vezes campeão"

Atual técnico do Bahia, Rogério Ceni, se incomodou com comparação de seu trabalho no Flamengo com o de Sampaoli, demitido nos últimos dias

Pedro Moralez
por Pedro Moralez

Publicado em 01/10/2023, às 13h34

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Rogério Ceni se incomoda com comparação a Sampaoli - Flickr Bahia / Felipe Oliveira
Rogério Ceni se incomoda com comparação a Sampaoli - Flickr Bahia / Felipe Oliveira

Depois de mais um reencontro com o Flamengo, o técnico Rogério Ceni se incomodou com pergunta realizada em entrevista coletiva sobre sua passagem pelo clube. Atual técnico do Bahia, o comandante teve sua saída do Rubro-Negro comparada com a de Jorge Sampaoli, que foi demitido nos últimos dias.

"Meu momento foi bem distinto, eu fui três vezes campeão aqui. Quem sai três vezes campeão não pode pensar que sai da mesma maneira", respondeu Ceni se mostrando incomodado com a comparação com o treinador argentino.

Depois disso, o técnico ainda preferiu mudar de assunto e falar sobre a situação de sua equipe no campeonato, que se encontra dentro da zona de rebaixamento: "Agora eu respondo pelo Bahia, passamos pela dificuldade de estar na zona de rebaixamento, mas eu tenho convicção que sairemos. O Flamengo tem os seus problemas e tem pessoas capacitadas para resolver."

A chegada de Ceni no Flamengo foi em novembro de 2020, para substituir o técnico espanhol, Domenéc Torrent. Na época, o time ainda não havia se encontrado após a saída de Jorge Jesus, e mesmo assim, acabou campeão brasileiro na temporada. Na sequência, ainda venceu o título Carioca e a Supercopa do Brasil em 2021.

Rogério Ceni em ação pelo Bahia
Rogério Ceni em ação pelo Bahia / Créditos: Getty Images

Apesar disso, em julho do mesmo ano o treinador acabou sendo demitido após grande desgaste interno, principalmente com a diretoria. Um áudio vazado de seu analista também colaborou para isso, que acabou culminando na demissão durante a madrugada.