Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / MAIS UMA FINAL!

Messi chega à quinta final de Copa América: “Últimas batalhas”

Após confirmar presença em mais uma final de Copa América, Lionel Messi afirma estar disfrutando dos últimos momentos na seleção

Redação Publicado em 10/07/2024, às 07h10

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Messi comenta nova presença em final da Copa América - Getty Images
Messi comenta nova presença em final da Copa América - Getty Images

Em duelo contra o Canadá, na última terça-feira, 9, a Argentina confirmou ser a primeira finalista da Copa América de 2024. A vitória por 2 a 0 sobre o time norte-americano levou Lionel Messi à sua quinta final na competição, que comentou a emoção de mais esta conquista e seu sentimento momentâneo.

"Desfrutemos de tudo o que estamos vivendo, o que se está passando como seleção, como grupo. Vou repetir: não é fácil estar de novo em uma final, competir para ser campeão. É muito difícil o que estamos conquistando. É aproveitar. Não é fácil", afirmou Lionel após o apito final da arbitragem do jogo.

Na sequência, o craque argentino lembrou dos últimos anos pela seleção para comparar como ele tem vivido e aproveitado o tempo junto do elenco convocado. Segundo Messi, ele tem vivido intensamente, como na Copa do Mundo de 2022, principalmente por estar próximo de seus últimos momentos pela equipe.

"Desfrutemos, estou vivendo como vivi a última Copa América e o último Mundial. Desfrutando muito e sendo consciente de que são as últimas batalhas. Desfrutando ao máximo", completou Messi na entrevista. A classificação para a final rende a quinta decisão do jogador na competição, que também disputou o confronto em 2007, 2015, 2016 e 2021.

Messi em ação pela Argentina
Messi em ação pela Argentina - Getty Images

Além da vaga na final, a vitória sobre o Canadá ainda rendeu a quebra de mais um recorde na carreira do craque. Marcando o segundo gol do jogo, Messi chegou a 109 tentos marcados com a camisa de seu país, se tornando o segundo maior artilheiro de seleções do mundo, empatado com o iraniano Ali Daei, só atrás de Cristiano Ronaldo.